Compartilhe:

A relação entre marcas e consumidores mudou. Hoje, o lugar das marcas está em ouvir, dialogar, provocar e promover a evolução dos vínculos entre as pessoas. Para aproximar marcas e consumidores, a City concebeu e desenvolveu a ferramenta Comunidade Criativa.

A ferramenta online administra comunidades cocriativas, reunindo consumidores especialistas de qualquer região. Além das organizações se aproximarem dos seus clientes, elas podem propor atividades específicas, como a avaliação da comunicação da marca. Testes de produtos também são possíveis auxiliando na geração de insights, pesquisa e desenvolvimento de novos serviços e/ou produtos.

 

No último projeto, a City trabalhou em parceria com a empresa Calçados Bebecê. Com uma comunidade de mais de 200 mulheres, representando seis estados brasileiros, a empresa teve acesso a informações fundamentais referentes ao perfil comportamental, processo de compra, percepção dos produtos e da marca. As participantes ainda foram desafiadas a criar quatro looks com um calçado enviado. Assim, foi possível identificar as diferenças regionais nas lógicas de coordenação de roupas e calçados. Um 2º par de calçados também foi enviado para as mulheres avaliarem a aceitação da nova proposta de design na coleção outono/inverno 2016.

 

Como a interação entre marca e consumidor ocorre no mínimo de seis meses, as empresas recebem relatórios ao final de cada atividade. Por isso, os insights vão surgindo ao longo do processo. Com o vínculo criado, o consumidor percebe sua real participação no projeto. Foi o caso da participante Camila Dalzoto, 26 anos, estudante de São Francisco de Paula:

“Eu adorei a experiência e estou curiosa para ver o resultado. Dá um orgulhinho em saber que estou fazendo parte de algo grande”.

Com a colaboração dos clientes, o projeto torna-se maior do que uma simples coleta de dados, mudando inclusive a visão de quem participa. Tatiane Lopes Ferrari, 24 anos, autônoma, de São Paulo, destaca:

“A percepção que eu tinha da marca também mudou, para melhor. Antes eu achava que era para adolescentes, mas ao ver os itens dos questionários e receber o catálogo, percebi que estava bem errada. Agora, é sim uma marca que entrará nas minhas pesquisas quando for comprar um calçado novo”.

A confiança, a parceria e a colaboração que se estabelecem entre marca e consumidores são legítimos e inestimáveis. A participante Andreia Campos Rodrigues, 27 anos, designer de interiores, de Minas Gerais, resume:

“Eu me senti importante, com voz ativa”.

Sylvia Cristina Freitas Boudoux, 34 anos, administradora, de Recife, também destaca esse sentimento:

“Fiquei motivada até o final, pois realmente me senti importante e valorizada”.

A City está adquirindo grande conhecimento em cocriação de produtos e desenvolvimento de conceitos. Em 2015, desenvolveu para a UMBRO a preparação de informações do Diamond Project, que lançou a primeira chuteira de futebol de salão criada com insights de jogadores amadores. Ainda em 2015, a iniciativa foi premiada como o melhor projeto de marketing da marca UMBRO em todo o mundo. Confira o case aqui.

_________________________________________________________________________________________________________________________

As participantes também compartilharam suas experiências nas rede sociais. Confira algumas abaixo:

Vídeo da Paula Adriana Cruz Lucio, 23 anos, Junqueirópolis/ São Paulo. Este é o blog dela: Manda a Dica

Vídeo de agradecimento da Thamiris Sgalbiero, 21 anos, Rio de Janeiro

Blog da Gizele Frigoletto, participante do Rio de Janeiro, 23 anos: Gizele Frigoletto

Blog da Manuelle de Moura Santana, 24 anos, de São Paulo: Onde está Charlotte

_________________________________________________________________________________________________________________________

ANDRESSA-07

Texto escrito por Andressa Lemes, Gestora de Cocriação da City

Visitas Comerciais – Palestras In Company – Cotações

Para acompanhar nossos conteúdos, inscreva-se aqui

A City orienta criativamente a gestão estratégica de empresas, baseada em pesquisas originais nos segmentos de clientes.

 

 

 

Compartilhe: