Compartilhe:

A City mudou a sua estrutura societária. Entre outras questões, surgiu o tema: não seria a hora de mudar de sede?

Ao longo de 2016, os nossos serviços foram organizados em torno de linhas de produtos. Para cada projeto da nova linha, desenvolvemos novas metodologias e novas parcerias. E isso nos permitiu crescer, com muita agilidade, gerando mais negócios, em mais regiões do País.

No meu estilo de vida pessoal, também estavam acontecendo mudanças. Há anos vou a toda parte de bike, vendi meu carro em 2016, e o Uber agora me envia mensagens parabenizando por ser um dos principais usuários da cidade. Meus documentos e conteúdos estão quase todos na nuvem, e acesso tudo pelo celular. Em sala de aula, analiso com alunos os novos modelos de negócio, descentralizados, desagregados, em rede, com reduzidos ativos tangíveis. E, como empresário, sento cada vez menos na minha cadeira do escritório da empresa.

A City decidiu experimentar um novo formato para a empresa. Há duas semanas, estamos aprendendo a trabalhar dentro, através, e como rede. Toda a energia que estava indo para o projeto de um lindo terraço, uma cozinha com cafeteria, novas cadeiras, nova iluminação, foi agora destinada a ter um sistema totalmente on-line, mapear locais work-friendly, promover encontros sociais da equipe, usar agenda colaborativa, ampliar parcerias e clientes.

Está dando certo.

O trabalho ficou ainda mais objetivo, mais focado, mais integrado. Precisamos, claro, mais preparações de uso de equipamentos e tecnologia. Mas estamos presentes em mais lugares, conhecendo mais pessoas, fazendo mais contatos. Libera mais energia para pensar em outros mercados, e cidades distantes ficam com o mesmo peso, e facilidade de acesso.

Afinal, nosso nome é CITY, e nosso lugar é a CIDADE. Isso tudo interfere positivamente em nossa forma de pensar e agir. Estamos trabalhando e vivendo mais colados no objeto que estudamos. A equipe vai continuar se vendo, se encontrando, conversando. Mas não mais em um único endereço.

E mais. Todo mês, o CITY Insights terá uma versão física, aberta, em um fim de tarde, para nossa equipe, clientes, amigos – nossa rede.

A primeira edição será dia 17 de maio, sobre Paisagismo. Reserva aí.

Martin Haag / Sócio-fundador da City

Compartilhe: